Artigos de apoio

Gabriel Mariano
Escritor cabo-verdiano, José Gabriel Mariano Lopes da Silva nasceu a 18 de maio de 1928, em Vila de Ribeira Grande, São Nicolau (Cabo-Verde).
Filho do poeta João de Deus Mariano e sobrinho do escritor Baltazar Lopes da Silva, fez os seus estudos em São Vicente e licenciou-se em Direito, na Universidade de Coimbra, em Portugal. Desempenhou, na qualidade de jurista, o cargo de juiz em Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Portugal (Mafra e Sintra).
Foi cocriador do jornal de estudantes Restauração, co-organizador do Suplemento Cultural e do Boletim Cabo Verde, fez parte de diversas revistas, como Claridade, Cabo Verde, Artes e Letras, A Ilha, Estudos Ultramarinos, Mensagem, entre outros.
Gabriel Mariano foi autor de uma vasta obra de poesia e prosa que marcou a literatura cabo-verdiana do século XX, como O Rapaz Doente (1963), Uma Introdução à Poesia de Jorge Barbosa (1964), Capitão Ambrósio (1975), Vida e Morte de João Cabafume (1976), Louvação da Claridade (1986), Cultura Caboverdeana (1991). Recebeu o Prémio de Literatura Africana e vários primeiros prémios em Jogos Florais das Universidades de Lisboa e Coimbra. A sua obra foi, ainda, publicada em França, Angola, Itália, Brasil, Suécia, Algéria e Portugal.
A 18 de fevereiro de 2002, Gabriel Mariano morreu, em Portugal.
Como referenciar: Gabriel Mariano in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-21 08:07:54]. Disponível na Internet: