Gand

Gand é uma cidade da Bélgica ocidental, capital da Província de Flandres Oriental, situada na confluência dos rios Escalda e Lys, próxima de Bruxelas. Toda a cidade é atravessada por rios e canais, encontrando-se dividida por um conjunto de ilhotas interligadas por uma rede de 200 pontes. Os dois mais importantes canais de Gand ligam os cursos de água da cidade ao mar. Um deles liga o Grand Basin, na parte norte da cidade, ao porto de Terneuzen (já em território holandês), no Escalda, e o outro faz a ligação com Bruges e Ostende.
Devido à sua forte ligação com o mar, Gand é um dos mais florescentes centros exportadores da região do Mar do Norte.
Embora a cidade tenha perdido um pouco da sua importância industrial desde o século XV, quando se afirmava como um dos mais expressivos centros têxteis da Europa, ainda é bastante significativo o número de estabelecimentos industriais.
Os produtos mais correntes da sua indústria são o tabaco, o açúcar, a cerveja e o papel, entre outros, bem como a horticultura, uma atividade que ocupa um grande número de habitantes de Gand e da região circundante. Para além da horticultura, a floricultura é uma atividade apreciada e conceituada entre os habitantes de Gand. Aqui ocorrem, de cinco em cinco anos, os festivais de Flores, conhecidos como Floralies, que atraem muitos turistas vindos de todo o mundo.
A Universidade de Gand, fundada em 1817, é a instituição de educação mais conceituada e um dos edifícios a visitar, a par da Galeria de Arte e da Catedral de S. Bavon, cuja cripta, datada de 941, guarda a políptico da Adoração do Cordeiro composto por 12 painéis atribuídos aos pintores flamengos Hubert van Eyck e Jan van Eyck.
Uma das zonas mais típicas de Gand é o Begynhof, ou Béguinage, uma cidadela muralhada nos subúrbios de Sank Amandsberg, que encerra um conjunto de pequenas casas, dezoito conventos e uma igreja.
As primeiras referências a esta urbe flamenga datam do século VII. Mais tarde, no século IX, o rei Balduíno I, conde da Flandres, conhecido como o "Braço de Ferro", construiu aqui uma fortaleza para defender a costa contra as incursões do Norte. A partir daqui, a sua história está interligada com a da Flandres.
Nos finais de Oitocentos (1792), Gand foi tomada pelos franceses e, em 1814, integrada na Holanda. Na década de 30 do século XVIII integrou a Bélgica independente. No século XX voltou a ser ocupada, mas agora pelos alemães nas duas grandes guerras.
Como referenciar: Gand in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-22 16:45:58]. Disponível na Internet: