gelo

Denomina-se por gelo a água no estado sólido que se forma como uma massa incolor e transparente a uma pressão atmosférica de 101325 Pa e à temperatura de 273,15 K. Esta temperatura (ponto de fusão do gelo) é o ponto de referência para a escala Celsius de temperaturas (0 ºC).
A densidade do gelo em condições normais é de 0,917, pelo que flutua sobre a água líquida. Na estrutura do gelo, as moléculas ocupam posições mais ou menos fixas, com grandes espaços entre si. A estrutura extremamente aberta das moléculas da água, no gelo, faz com que o gelo ocupe maior volume e, por isso, seja menos denso do que a água líquida.
A existência de gelo é de vital importância para a vida no fundo das águas. O gelo possui nove modificações estruturais distintas, das quais o gelo vulgar apresenta uma estrutura aberta de anéis de seis elementos contraídos nos quais a unidade H2O se encontra rodeada por quatro unidades H2O dispostas num tetraedro.
Sob pressões elevadas, podem formar-se outras variedades de gelo, cuja densidade é superior à unidade.
Na atmosfera os cristais de gelo formam-se por arrefecimento das gotas de água das nuvens em volta de um núcleo de condensação. Na superfície terrestre forma-se por arrefecimento da água dos rios, lagos e mares (gelos flutuantes, gelo marinho), por arrefecimento da humidade do solo (geada) ou por aglomeração.

Como referenciar: gelo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-14 14:54:49]. Disponível na Internet: