gerúndio

Forma nominal do verbo, constituída por um gerúndio simples (<andando>) e um gerúndio composto (<tendo andado>). O gerúndio forma-se acrescentado ao radical <ndo, mantendo a vogal temática própria de cada conjugação (<amando>, <correndo>, <partindo>).
Provém do ablativo do gerúndio latino, que era um substantivo da voz ativa, que supria as formas que faltavam ao infinitivo, pelo que apenas possuía três casos (o genitivo - <scibendi>, o dativo e o ablativo - <scibendo>).
Enquanto predicado de oração subordinada adverbial, designada por oração gerundiva, a forma simples do gerúndio exprime coincidência temporal com o tempo da oração subordinante, ao passo que a forma composta exprime um tempo anterior ao tempo expresso pela oração subordinante:
i) Terminando o trabalho, vou para tua casa.
ii) Tendo terminado o trabalho, fui para tua casa.

O gerúndio, enquanto predicado de oração gerundiva, que é uma oração subordinada adverbial, exprime circunstâncias de modo, concessão, causa, tempo, ou condição.
O gerúndio é ainda muito utilizado nas expressões do aspeto verbal, designadamente em construções perifrásticas sem preposição:

iii) Eles iam/vinham ameaçando, mas nunca pensei!

O uso do gerúndio é privilegiado nas variantes brasileira e africana do português, em construções que, na variedade europeia do português, selecionam o infinitivo antecedido de preposição:

iv) Você 'tá entendendo o que eu 'tou falando? (PE: está a entender...estou a falar)
v) Acabou chegando tarde. (PE: acabou por chegar...)
Como referenciar: gerúndio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-15 12:56:45]. Disponível na Internet: