Gipsy Kings

O grupo Gipsy Kings, originário das comunidades ciganas de Arles e Montpellier, no Sul de França, é constituído por Nicolas Reyes, Canut Reyes, Paul Reyes, Patchai Reyes, Diego Baliardo, Paco Baliardo e Tonino Baliardo. Nicolas Reyes, o vocalista principal, é filho de José Reyes, cantor flamenco que, com Manitas de Plata, vendeu milhões de discos nas décadas de 60 e 70.
A sua sonoridade, baseada na multiplicidade de guitarras acústicas e na voz apaixonada de Nicolas Reyes, conquistou o mundo inteiro, com resultados sem precedentes na música oriunda de França.
Originalmente chamados Los Reyes, gravaram em 1977 o álbum Gitan Poete. Já sob a designação Gipsy Kings seguiram-se os trabalhos Allegria (1982) e Luna de Fuegos (1983). O ano de 1987 marcou o sucesso além-fronteiras do grupo com o single Bamboleo, que fez parte do primeiro álbum, Gipsy Kings (1988). Deste trabalho destacaram-se também os temas "Djobi Djoba", "A Mi Manera" (adaptação de "My Way" de Frank Sinatra) e "Bem, Bem, Maria". O disco, depois do sucesso em França, foi editado pela Sony, chegando ao Top-Ten de 12 países europeus, incluindo o sempre difícil mercado britânico. Foi também no final dos anos 80 que os Gipsy Kings se estrearam nos EUA, conseguindo que a Sony editasse os seus discos no mercado americano. Em 1989, chegaram a ser convidados para atuar perante o presidente americano, George Bush, mas recusaram. Ainda nesse ano, estiveram num concerto no Royal Albert Hall, em Londres, juntamente com algumas das maiores estrelas da pop mundial, como Elton John e Eric Clapton. A confirmar esta fase de sucesso, o disco manteve-se durante quarenta semanas nas tabelas de vendas nos EUA, tornando-se um dos poucos álbuns em língua hispânica a conseguir atingir a marca de disco de ouro.
Seguiram-se os álbuns Mosaique (1989), Allegria (1990), Este Mundo (1991), Love & Liberté (1993), Tierra Gitana (1996) e Compas (1997).
Em 1992 foi editado o registo ao vivo, Gipsy Kings Live. Da discografia do grupo fazem parte duas coletâneas: The Best of the Gipsy Kings (1995) e Cantos de Amor (1998).
O tema "Sin Ella" (1991), incluído no álbum Este Mundo, fez parte da banda sonora do filme Fearless (1993), de Peter Weir.
"Tierra Gitana" (1996) é o título de um documentário televisivo que revela as raízes do grupo na cultura cigana e no flamenco.
O grupo regressou ao estúdio em 1998, para gravar Cantos de Amor, um disco que se mantém fiel à linha musical dos Gipsy Kings. O registo seguinte, Somos Gitanos (2001), apesar de não negar as raízes ciganas, mostrou uma abordagem diferente, mais técnica e perfecionista, demonstrando o virtuosismo da banda. O trabalho não parece ter conseguido um êxito significativo, trazendo os Gipsy Kings para níveis de popularidade afastados dos grandes palcos. Ainda assim, o grupo manteve-se fiel àquilo que lhe permitiu atingir o sucesso mundial. A travessia do deserto dos Gipsy Kings prolongou-se, três anos mais tarde, com o disco Roots.
Como referenciar: Gipsy Kings in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-17 13:56:21]. Disponível na Internet: