Gnetáceas

Família de gimnospérmicas que se distribuem por um único género (Gnetum) e por cerca de 40 espécies. São geralmente plantas trepadoras ou, com menos frequência, árvores ou arbustos.
As Gnetáceas (Gnetaceae) encontram-se em regiões tropicais e subtropicais. São originárias da região Indo-Malásia, regiões tropicais da África ocidental, ilhas Fiji e zona setentrional da América do Sul. As plantas desta família apresentam folhas coriáceas persistentes, simples, opostas, largamente elípticas, inteiras, pecioladas, com nervação reticulada e não estipuladas.
As inflorescências são unissexuais e formam estróbilos tipo espiga. Os estróbilos masculinos são pediculados, frequentemente, com um anel formado por flores femininas estéreis, com um perianto falso, dois estames e de filamentos fundidos. Os estróbilos femininos surgem como espigas isoladas ou agrupadas numa panícula. São constituídos por um perianto falso. O óvulo encontra-se envolvido por dois tegumentos, o exterior carnudo, saliente como um tubo estreito, e o interno é pouco espesso. O estróbilo frutífero tem forma de cone. As sementes são do tipo drupa.
As Gnetáceas da espécie Gnetum gnemon são árvores que podem atingir a altura de 18 metros na região onde são espontâneas, região Indo-malásia. É uma espécie muito cultivada pelas folhas jovens e sementes, ambas comestíveis. Esta espécie foi introduzida na Europa em 1580 e são espécies preservadas nas coleções existentes nos jardins botânicos.
Como referenciar: Gnetáceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 04:21:06]. Disponível na Internet: