Graça Machel

Figura política moçambicana nascida em 1945, na província de Gaza, em Moçambique. Fez os seus estudos, em línguas, na Universidade de Lisboa. De regresso a Moçambique, lutou com a FRELIMO durante a guerra pela independência, tendo organizado o sistema escolar nos territórios conquistados. Após a independência do país, em 1975, ingressou como Ministra da Educação e da Cultura no primeiro governo moçambicano, cargo que ocupou cerca de catorze anos, e tornou-se membro do Comité Central da FRELIMO. Nesse mesmo ano casou com Samora Machel, o primeiro Presidente do país.
Após a morte do marido em 1986, continuou a desenvolver os seus esforços por uma educação melhor e pelo cumprimento dos Direitos Humanos. Criou, em Moçambique, uma organização sem fins lucrativos, que tinha como objetivo combater a pobreza e proteger mulheres e crianças, e participou em conferências e fóruns organizados pela UNICEF. Em 1990 foi nomeada pela Secretária Geral das Nações Unidas como Especialista para o Estudo do Impacto dos Conflitos Armados na Infância. Como reconhecimento do seu trabalho, recebeu a medalha Nansen das Nações Unidas em 1995.
Graça Machel casou com o político sul-africano Nelson Mandela a 18 de julho de 1998.
Como referenciar: Graça Machel in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-29 08:49:17]. Disponível na Internet: