guelra

Também denominados brânquias, os órgãos respiratórios que se encontram nos animais aquáticos são expansões de diversos tipos, em geral laminares, por vezes ramificadas. Na generalidade dos animais aquáticos, colocam em contacto as células respiratórias, que são recobertas por uma membrana muito fina, com oxigénio dissolvido na água. Encontram-se em muitos moluscos, crustáceos, equinodermes, peixes e anfíbios, estes geralmente no estado larvar. Podem localizar-se em diversas partes do corpo. As guelras ou brânquias de quase todos os peixes são brânquias internas, de origem endodérmica, pois são em geral expansões da parede da faringe, e estão situadas no interior das fendas branquiais. As brânquias dos dipnoicos e das larvas dos anfíbios e de alguns urodelos adultos são derivadas da epiderme das fendas branquiais, isto é, de origem ectodérmica.
Como referenciar: Porto Editora – guelra na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-28 01:26:10]. Disponível em