Guerra da Eritreia

A Eritreia é uma região histórica do Norte de África, que esteve na posse da Itália desde o século XIX até à Segunda Guerra Mundial, quando os ingleses decidem aliviar a pressão sobre o canal de Suez. Passa para administração inglesa, sendo depois, em 1952, incorporada na Etiópia, como estado federal. A 14 de novembro de 1962, a Eritreia é integrada no império etíope por ordem de Hailé Selassié, perdendo a sua independência. Inicia-se então um longo processo de guerrilhas que pretendem reaver a autonomia do estado. Esses movimentos são liderados por dois grandes grupos armados: a Frente Popular de Libertação da Eritreia (FPLE) e a Frente de Libertação da Eritreia (FLE). Os movimentos da guerrilha vão sendo contidos graças ao apoio das forças da União Soviética. Na década de 80 com o progressivo colapso do Leste, o regime marxista de Mengistu Hailé Mariam deixa de ter reforços militares e acaba por ser deposto em 1991.
Como referenciar: Guerra da Eritreia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 16:14:43]. Disponível na Internet: