Guy Ritchie

Realizador e argumentista inglês, Guy Stuart Ritchie nasceu a 10 de setembro de 1968, em Hatfield, Hertfordshire. Desde cedo descobriu o seu interesse pelo cinema e decidiu que queria ser realizador depois de assistir ao western de George Roy Hill Butch Cassidy and the Sundance Kid (Dois Homens e Um Destino, 1969). Desistiu da escola aos 15 anos e, em 1995, arranjou trabalho como mensageiro, trabalhando no mesmo ano como realizador de vídeos musicais e de anúncios comerciais. Com o dinheiro que ganhou nestes trabalhos investiu no argumento e realização do seu primeiro filme, a curta-metragem The Hard Case (1995), considerada a "prequela" da sua primeira longa-metragem, o thriller Lock, Stock and Two Smoking Barrels (Um Mal Nunca Vem Só, 1998), com argumento da sua responsabilidade. O filme tornou-se um sucesso nos Estados Unidos e em Inglaterra, um dos filmes mais aclamados e lucrativos de 1998, ganhando alguns prémios, incluindo a nomeação para o Melhor Realizador Britânico de um filme independente. Seguiu-se a realização e o argumento de Snatch (Snatch - Porcos e Diamantes, 2000), protagonizado por Brad Pitt, Vinnie Jones, Benicio del Toro e Jason Statham, um thriller cómico sobre ladrões de diamantes londrinos, que foi bastante aclamado pela crítica e pelo público. Nesse mesmo ano, Ritchie casou-se com Madonna, pouco tempo depois de nascer o filho de ambos, Rocco.
Realizou depois o controverso vídeo musical de Madonna What It Feels Like for a Girl (2001) e fez a curta-metragem para a série de filmes da BMW The Hire: Star (2001), uma pequena comédia com Clive Owen a fazer de motorista para uma estrela de rock arrogante (Madonna). Em 2002, realizou a comédia romântica Swept Away (Ao Sabor das Ondas), um remake do filme italiano Travolti da un Insolito Destino nell Azzuro Mare d'agosto, que Lina Wertmuller realizou em 1974. Novamente protagonizado pela sua mulher, o filme conta a história de uma mulher rica e mimada que, de férias num iate, se envolve num romance com um marinheiro comunista. Contudo, o filme não teve uma boa receção nos Estados Unidos e acabou por sair diretamente para vídeo em Inglaterra e em Portugal, tendo sido considerado um desastre comercial e de crítica. No final de 2005, Guy Ritchie regressou ao grande ecrã com Revolver (Revólver), um drama em que participam Ray Liotta, Jason Statham, André Benjamin e Vincent Pastore.
Como referenciar: Guy Ritchie in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 16:39:52]. Disponível na Internet: