Heart of Darkness

Romance escrito em 1899, e publicado pela primeira vez em 1902 e que, escrito numa linguagem aprimorada, refletia as impressões que o seu autor, Joseph Conrad (1857-1924), recolhera numa das muitas viagens que empreendera, desta feita ao Congo, em África. Tendo presenciado as atrocidades cometidas pelos exploradores brancos, utilizou, na obra, a personagem de nome Kurtz como foco do imperialismo europeu.Este vilão, um génio destruído por conflitos interiores, de grandeza degenerada, teria fascinado Orson Welles, que embora nunca tivesse chegado a concretizar o projeto de passar a obra à tela, se inspiraria inúmeras vezes neste personagem para a feitura dos seus filmes.O narrador de Heart of Darkness, Marlow, cuja fiabilidade é um tanto duvidosa, descreve a um grupo de amigos a sua viagem a África, onde começa a sentir uma certa curiosidade em relação a um tal Kurtz.Marlow trabalha para uma empresa cujo único interesse é o comércio de marfim, e o protagonista não pode deixar de testemunhar o sofrimento dos trabalhadores nativos. Empreende uma expedição para tentar encontrar Kurtz, um agente de quem Marlow espera, devido à sua reputação, ser um "génio universal", um "emissário da piedade, e ciência, e progresso, e o diabo saberá mais o quê". O filme do realizador norte-americano Francis Ford Coppola Apocalypse Now (1979), teria sido largamente inspirado nesta obra de Conrad.
Como referenciar: Heart of Darkness in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 02:55:22]. Disponível na Internet: