Helena Christensen

Modelo dinamarquesa, Helena Christensen nasceu a 25 de dezembro de 1968, em Copenhaga, capital dinamarquesa, filha de pai dinamarquês e mãe peruana, o que lhe deu um certo ar exótico. É uma das top model mais famosas do mundo, depois de ter começado a carreira de manequim aos 21 anos, quando foi descoberta por um fotógrafo.
Na infância e adolescência, sempre vividas em Copenhaga, os seus interesses recaíam na música e fotografia, áreas das artes que viriam, de uma certa maneira, a acompanhá-la ao longo da sua carreira como modelo. Aos 18 anos, foi eleita Miss Dinamarca, o que a levou a concorrer a Miss Universo, embora neste certame sem tanto sucesso. Após estas experiências, Helena Christensen deixou a Dinamarca e rumou a Paris, em 1989, para tentar a sua sorte no mundo da moda. Teve sucesso quase imediato a partir do momento em que fez uma sessão fotográfica para a revista feminina Elle. Seguiu-se uma capa da Vogue, fotografada pelo conceituado Peter Lindbergh, e num curto prazo de tempo começaram a surgir contratos com estilistas e casas de renome da Europa e América.
As passerelles mais importantes do planeta passaram a contar com a sua presença assídua, já que era requisitada constantemente por alguns dos mais famosos estilistas. Gianni Versace dizia que ela tinha o mais belo corpo do mundo e Karl Lagerfeld assegurava que ninguém possuía melhores pernas, enquanto o inglês John Galliano considerava que Helena Christensen enchia as roupas de vida e fogo. Trabalhou, para além deste trio de conceituados costureiros, com casas famosas como Gucci, Chanel e Kenar. O seu trabalho mais bem conseguido no mundo da moda foi feito com a marca de lingerie Victoria's Secret, no qual dava regularmente a cara e o corpo em catálogos e anúncios televisivos.
Em 1991, a manequim dinamarquesa ganhou bastante notoriedade a nível mundial, mas graças a uma importante aparição num videoclip do cantor norte-americano Chris Isaak, Wicked Game, filmado nas praias do Hawai. Muito por causa da presença de Helena, o teledisco tornou-se bastante popular e ainda recentemente foi eleito o videoclip mais sexy de todos os tempos.
Em 1992, deu os primeiros passos nas lides cinematográficas ao aparecer numa produção independente inglesa chamada Inferno, que se tornou um filme de culto, afastado dos grandes circuitos comerciais. Nesse mesmo ano estreou-se nas lides televisivas ao participar no programa Fashionably Loud, do canal de música MTV.
Em 1994, o realizador norte-americano Robert Altman fez um filme bastante realista, com algumas características de documentário, sobre os bastidores do mundo da moda e para dar mais credibilidade à história recorreu a várias top models que se interpretaram a elas próprias. Helena Christensen era uma delas.
Aparece frequentemente nas colunas sociais nova-iorquinas, mas também dá a cara em diversas ações de angariação de fundos, em estreias de filmes e de outros espetáculos.
Entre os seus hobbies continuam a constar a fotografia e a música, mas a estes juntaram-se a decoração de interiores e a pintura.
Como referenciar: Helena Christensen in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-16 03:40:09]. Disponível na Internet: