Henri Toivonen

Piloto finlandês, Henri Toivonen nasceu a 25 de agosto de 1956, em Jyvaskyla, na Finlândia.
Na sua juventude dedicou-se às corridas de pista, tendo passado pelo karting, Fórmula V (na qual foi campeão finlandês em 1977) e Super-V.
Entretanto, em 1975, já havia experimentado os ralis e participado com um Simca Rallye 2 no Rali dos Mil Lagos, na Finlândia.
Por pressão da família, a partir de 1977 dedicou-se exclusivamente aos ralis, na altura considerada uma modalidade mais segura do que as de pista. Logo nesse ano, ficou em quinto no Mil Lagos, uma prova do Mundial, ao volante de um Chrysler Avenger.
Em 1978, participou em duas provas do mundial em viaturas Citroën, Portugal e Acrópole (Grécia), e, apesar de ter desistido em ambas, demonstrou ser um piloto muito rápido. Depois teve à disposição um Porsche para o Mil Lagos e um Chrysler para o RAC (Inglaterra).
A partir daí, Toivonen participou regularmente em provas no Reino Unido e na Europa e em algumas do Mundial. No entanto, a impetuosidade do finlandês levou-o a desistir muitas vezes após despistes.
Em 1980, quando já fazia parte da equipa Talbot, venceu o RAC. Aos 24 anos, tornou-se no mais jovem piloto de sempre a ganhar um rali do Mundial.
Os bons resultados do finlandês levaram a Talbot a proporcionar-lhe, em 1981, a participação no Mundial com um programa completo. Contudo, o seu carro já estava desatualizado face aos novos e potentes automóveis do Grupo B. De qualquer forma, Toivonen ainda foi segundo em Portugal e em San Remo (Itália).
No ano seguinte mudou-se para a Opel e com um Ascona conseguiu mais alguns pódios, o mesmo se passando em 1983. Paralelamente, Toivonen ia participando de forma esporádica no Campeonato Britânico, onde conseguiu alguns triunfos, e em provas de endurance, corridas em circuito.
Em 1984 Toivonen deixou a Opel e participou no Europeu de Ralis com um Porsche 911 S. Toivnen ficou em segundo no campeonato, após ter falhado algumas provas por motivos de saúde. Ainda nesse ano foi convidado pela Lancia para participar com um modelo 037 em duas provas do Mundial - Portugal e Finlândia -, onde ficou no terceiro posto. Assim para 1985 a equipa italiana contratou-o para toda temporada, mas tanto ele como o seu companheiro de equipa e compatriota Markku Alen sentiram muitas dificuldades para levar o desatualizado Lancia 037 a lugares de topo. Para piorar as coisas, Toivonen sofreu graves lesões após um acidente no Rali da Costa Esmeralda e esteve algum tempo afastado da competição. Entretanto, a Lancia passou a contar com o potente Delta S4 que venceu logo na estreia no RAC, com Toivonen ao volante.
O ano de 1986 começou da melhor maneira para o piloto finlandês, com nova vitória, desta feita no Monte Carlo. Seguiu-se um triunfo no Rali Costa Esmeralda. Mas, na Volta à Córsega, a 2 de maio de 1986, Toivonen perdeu a vida num acidente, numa altura em que comandava a prova. O carros saiu da estrada e caiu numa ravina, explodindo depois de embater no solo. No desastre também morreu o copiloto, o norte-americano Sérgio Cresto. O acidente levou a que fossem banidos da competição os potentes carros de Grupo B.
Como referenciar: Porto Editora – Henri Toivonen na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-19 06:19:04]. Disponível em