Henrique Campos

Realizador de cinema e ator português nascido a 9 de fevereiro de 1909, em Santarém, e falecido a 18 de dezembro de 1983, em Lisboa. Em 1931, ingressou na companhia de Alves da Cunha, estreando-se na peça Um Bragança. Tendo feito carreira teatral com algum êxito, foi como ator que entrou no cinema, salientando-se a sua participação em Os Fidalgos da Casa Mourisca (1938), onde desempenhou o papel de Clemente. Adquirindo conhecimentos técnicos em Espanha, lançou-se como realizador com Um Homem do Ribatejo, que estreou em 1946. Entre o final dessa década e o ano de 1972, realizou numerosas longas-metragens como Ribatejo (1949), Cantiga da Rua (1949), Rosa de Alfama (1953), Perdeu-se um Marido (1957), A Canção da Saudade (1964), Pão, Amor e Totobola (1964), O Ladrão de Quem se Fala (1969), A Maluquinha da Arroios (1970) e Os Touros de Mary Foster (1972).
Como referenciar: Henrique Campos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 16:26:21]. Disponível na Internet: