Henrique Pousão

Pintor português, Henrique César de Araújo Pousão nasceu em 1859, em Vila Viçosa. Em 1872 inscreveu-se na Academia Portuense de Belas-Artes, tendo partido em 1880 como bolseiro para Paris. Foi discípulo de Ivon e Cabanel. Esta estadia viria, contudo, a afetar-lhe definitivamente a saúde. Procurou em Itália condições climatéricas mais favoráveis, e da sua passagem por Roma ficariam alguns notáveis retratos, entre os quais o de Cecília. Estabeleceu-se finalmente em Capri até 1883. Aí aperfeiçoou o sentido da luz e a dimensão da cor, que soube exprimir como nenhum outro artista da sua geração. De volta a Portugal, morreu de tuberculose em Vila Viçosa, em 1884.
Muitas das suas obras constam de pequenas tábuas (paentes no Museu Nacional Soares dos Reis, por exemplo), apontamentos pictóricos que marcam a busca de uma estética muito pessoal, afastada do puro descritivismo, mas igualmente dos processos impressionistas. Em Casa das Persianas Azuis, Vista de Capri e Casas Brancas de Capri, a arquitetura mediterrânica serve de pretexto a uma geometrização das formas, a uma preocupação pela estrutura e pelo elaborar de uma pintura enquanto espaço autónomo. Esta atitude poderá ser encontrada, por exemplo, em Paul Cézanne, ou mesmo nos começos do Cubismo.
Como referenciar: Henrique Pousão in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-19 17:14:38]. Disponível na Internet: