Henry Hathaway

Realizador norte-americano, de seu nome verdadeiro Henri Léonard de Fiennes, nasceu a 13 de março de 1898, em Sacramento, Califórnia, e morreu a 11 de fevereiro de 1985, vítima de um ataque cardíaco. Cresceu num meio artístico, filho da atriz Jean Hathaway e do ator e agente teatral Rhody Hathaway.
Aos 10 anos já tinha entrado em vários westerns de Allan Dwan e, mais tarde, foi o responsável pelo departamento de guarda-roupa dos Estúdios Universal. Na década de 20, tornou-se assistente de realização de Victor Fleming e de Josef Von Sternberg.
Iniciou a sua carreira como realizador de westerns de série B com Heritage of the Desert (1932). Em 1935, dirigiu The Lives of a Bengal Lancer, com Gary Cooper, pelo qual obteve uma nomeação para o Óscar de Melhor Realizador, a única da sua longa carreira. Passado na Índia, este filme foi considerado por muitos como o melhor filme sobre o colonialismo e a guerra realizado nessa altura. Gary Cooper, amigo de sempre de Hathaway, entrou em vários dos seus filmes como protagonista, tais como Peter Ibbetson (1935), um drama sobre amores sublimes ao lado de Ann Harding, amado pelos surrealistas e inspirado no romance de George du Maurier sobre um casal separado, mas que o destino acaba por juntar novamente; e The Real Glory (A Verdadeira Glória, 1939), onde contracena com David Niven.
Dirigiu também Mae West na comédia Go West, Young Man (1936). Neste mesmo ano, realizou The Trail of the Lonesome Pine, com Henry Fonda, o primeiro filme a cores deste ator. A história, passada no início dos anos 20, é sobre duas famílias rivais que vivem nas zonas montanhosas e sobre a prosperidade do caminho de ferro.
Em 1950, realizou The Black Rose, um filme de aventuras com Tyrone Power e Orson Welles, e em 1953, Niagara, um thriller tempestuoso passado num hotel perto das cataratas do Niagara, em que uma mulher fogosa, Rose Loomis (Marilyn Monroe), planeia matar o marido (Joseph Cotten). Ainda na década de 50, realizou, entre outros, Prince Valiant (O Príncipe Valente, 1954); 23 Paces to Baker Street (A 23 Passos do Abismo, 1956) e From Hell to Texas (O Homem Que Não Queria Matar, 1958).
Em 1962, trabalhou em co-realização num filme histórico sobre a abertura das fronteiras americanas: How the West Was Won (A Conquista do Oeste), onde três gerações de uma família acompanham a evolução do Oeste americano, com um elenco de luxo que inclui James Stewart, Carroll Baker, Henry Fonda, Gregory Peck, Debbie Reynolds e John Wayne, tendo Spencer Tracy como narrador. O seu filme seguinte foi Circus World (1962), sobre a vida no circo, com John Wayne e Claudia Cardinale.
Destaque para os westerns The Sons of Katie Elder (1965), com John Wayne e Dean Martin; Nevada Smith (1966), com Steve McQueen; Five Card Stud (1968), com Dean Martin e Robert Mitchum; e True Grit (A Velha Raposa, 1969), com John Wayne.
Henry Hathaway realizou ainda, no ano de 1971, Raid on Rommel, um filme de guerra com Richard Burton; Shoot Out, um western com Gregory Peck; e finalmente o derradeiro Hangup, em 1974.
Como referenciar: Henry Hathaway in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-20 23:36:11]. Disponível na Internet: