Herdade de San Cristobal

O projeto para herdade de San Cristobal, localizada na zona Los Clubes na Cidade do México, para onde Luis Barragan projetara já uma fonte (1963-1964), foi desenvolvido, em colaboração com o arquiteto Andrés Casillas, para o casal Egerstrom que se dedicava à criação de cavalos puros-sangues para corridas. Estes dois dados do programa: habitação e zona para os cavalos a que se associava uma significativa dimensão paisagística dada a escala do lote permitiram ao arquiteto sintetizar as suas pesquisas anteriores, criando áreas exteriores fortemente diferenciadas e caracterizadas por sequências de paredes, planos geométricos coloridos e tanques com água.
Tal como muitas das casas projetadas por Barragán, esta habitação fecha-se para a rua, através de um muro no qual se rasgam somente as portas. A casa contém dois núcleos perfeitamente definidos e justapostos: um deles com planta quadrada, que contém a cozinha e salas e o outro retangular com os quartos.
Todas estas divisões se abrem para os vários espaços envolventes (pequenos microcosmos em forma de jardins) que prolongam o interior. Num dos lados encontra-se a piscina, relacionada com a casa por meio de um pórtico.
Os restantes espaços exteriores assumem um papel fundamental na caracterização de todo o terreno, criando perspetivas variadas que, associadas a cores e materiais específicos, conjugam por um lado o minimalismo da arquitetura de Mies van der Rohe, caracterizada pelo uso de planos livres, e a plasticidade e emotividade da arquitetura de sabor mediterrânico de Le Corbusier.
Um longo muro que se prolonga da casa estrutura as várias zonas funcionais exteriores e constitui também um elemento de encerramento parcial da área destinada aos cavalos, onde se encontram os estábulos e a pista de adestramento. O conjunto de estábulos apresenta uma solução tradicional: um prisma simples com cobertura suave de duas águas que se prolonga para além do plano da fachada por forma a criar alpendres contínuos. As paredes deste edifício são pintadas de cor de rosa e violeta escuro, sendo estas cores aplicadas com objetivo de obter uma identificação funcional dos diversos elementos: a parede rosa define o limite entre o pátio e a pista de treino e define o celeiro enquanto o muro violeta marca a entrada.
No topo do estábulo uma parede dupla em vermelho forte cria um canal que conduz a água para o enorme tanque dos cavalos, formando uma pequena cascata. Funciona como um proscenium horizontal que separa a casa da área destinada aos cavalos.
Como referenciar: Herdade de San Cristobal in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-29 20:14:12]. Disponível na Internet: