Artigos de apoio

Hermann Rorschach
Médico e psiquiatra suíço, Hermann Rorschach nasceu em 1884, na cidade de Zurique, Suíça. Durante o período universitário, chega a pensar enveredar por uma carreira artística mas acaba por escolher a medicina. Desenvolve um trabalho de investigação sobre as alucinações e especializa-se em psiquiatria. Termina o curso em 1912. Durante o ano seguinte, adquire alguma experiência médica na Rússia e retorna à Suíça. Trabalha em três hospitais psiquiátricos e é nomeado diretor auxiliar de um Instituto em Herisau. Paralelamente, interessa-se pela psicanálise, uma ciência emergente do princípio do século XX, iniciada por Freud, que abria extraordinárias possibilidades terapêuticas e de investigação no âmbito dos problemas psíquicos. Em 1919, é eleito vice-presidente da Sociedade Suíça de Psicanálise.
Hermann Rorschach tornou-se célebre por ter inventado um dos testes projetivos mais importantes e mais usados para o estudo do Homem. Este tipo de testes apoiam-se em mecanismos de projeção levando um indivíduo a exteriorizar, a partir de um determinado estímulo, aspetos estruturais da sua personalidade. O teste inventado por Rorschach parte destes pressupostos e usa como estímulo uma bateria de 10 pranchas (placas) constituídas por manchas de tinta aparentemente simétricas.
Em 1921, Hermann Rorschach publicou a sua obra mais importante - Psychodiagnostics (Psicodiagnóstico) - na qual apresentou os resultados que obteve do estudo de 300 indivíduos com doenças mentais bem como da análise de cerca de 100 indivíduos considerados normais. Morreu no ano seguinte (1922), em Herisau, no auge da sua carreira, deixando por concluir uma obra que se adivinhava promissora.
Psychodiagnostics (1921, Psicodiagnóstico) é uma importante obra de Rorschach.
Como referenciar: Hermann Rorschach in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-13 22:31:18]. Disponível na Internet: