heroína

A heroína é uma droga considerada como dura ou pesada, devido à forte dependência física e psíquica que desencadeia nos seus consumidores, que facilmente se tornam dependentes, com elevadas consequências individuais e sociais.
Esta droga inclui-se no grupo dos opiáceos, sendo obtida pelo processamento químico da morfina, substância natural do ópio, extraído da papoila-branca (Papaver sonniferum). A heroína surgiu, inicialmente, destinada a um uso exclusivamente médico, produzida pela empresa Bayer, visando a substituição da morfina, que originava dependência física muito forte. No entanto, rapidamente foi conhecido o forte potencial desta substância para, também, desencadear dependências, o que conduziu ao abandono da sua produção.
A sua disseminação deve-se à produção em circuitos ilegais, sendo o seu consumo e processamento proibido em, praticamente, todo o Mundo. A heroína é uma droga depressora do sistema nervoso central, originando uma depressão cardíaca e respiratória, bem como um abaixamento da tensão arterial, desencadeando sensações de bem-estar, confiança e amor-próprio, próximas de um estado de embriaguez. Se consumida sob a forma injetada, provoca uma reação inicial muito forte e de curta duração - o flash -, durante o qual se geram sensações de euforia e fortes ondas de prazer. O seu consumo pode também ser feito por fumo ou inalação, após aquecimento, não ocorrendo, neste caso, o flash.
A intoxicação aguda origina a morte por paragem cardíaca e respiratória progressiva, sendo que a maioria das overdoses ocorre devido ao tipo de substâncias com que a heroína é misturada e comercializada ilegalmente. Como é um pó de cor branca ou acastanhada, é vulgar a sua mistura com produtos diversos, desde açúcar a estriquinina.
O consumo de heroína tem vindo a decrescer desde a década de 80, em grande parte devido ao ostracismo e isolamento social a que são votados o seus consumidores, dependentes que gerem a vida em função da obtenção de droga, frequentemente através de práticas ilegais, gerando sentimentos de insegurança e o aumento de custos relacionados com a prevenção criminal.
Como referenciar: heroína in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-09 14:42:53]. Disponível na Internet: