hipótese cosmozóica

Teoria do século XIX que procura explicar a existência de vida na Terra pela dispersão de esporos resistentes transportados por meteoritos de qualquer ponto do Universo.
Este princípio foi admitido em 1908 pelo químico sueco Svante Arrhenius, que considerou que a origem da vida teria surgido em consequência do transporte de compostos orgânicos de qualquer ponto do Universo para a Terra. Esta hipótese, também denominada hipótese da panspermia, surgiu quando o conhecimento sobre o Universo estava pouco desenvolvido.

Para os críticos da hipótese, as condições relativas a temperaturas, radiações, etc. a que os germes vindos do espaço ficariam submetidos durante a viagem não permitiriam a sua sobrevivência. Mesmo para os adeptos da hipótese cosmozóica, a questão fundamental de como surgiu o primeiro ser vivo continuava por resolver, pois a sua origem apenas era transferida para locais pouco acessíveis (meteoritos ou outros corpos celestes).
Como referenciar: hipótese cosmozóica in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-18 14:39:26]. Disponível na Internet: