Hugo Leal

Futebolista internacional português, Hugo Miguel Ribeiro Leal nasceu a 21 de maio de 1980, em Cascais.
Centro-campista com vastos recursos técnicos, as suas exibições começaram a ser notadas quando militava nas camadas jovens do Alverca. Acabou por ser o Benfica a contratá-lo e, dada a sua qualidade, na temporada 1996/97, com apenas 16 anos, estreou-se na equipa principal do clube da Luz, sendo um dos futebolistas mais jovens de sempre a alinhar na I Liga portuguesa.
Na temporada seguinte alinhou em quatro jogos do campeonato, até que em 1998/1999 se assumiu como titular da equipa ao alinhar em 27 partidas, nas quais marcou três tentos. Hugo Leal foi uma aposta firme do treinador escocês Graeme Souness. O médio do Benfica atravessava um bom momento de forma e afirmava-se como uma das jovens esperanças do futebol português. A 10 de fevereiro de 1999 Hugo Leal estreou-se a representar a seleção num jogo particular em que Portugal empatou a zero em Paris, contra a Holanda. O selecionador era na altura Humberto Coelho.
Entretanto, o jogador desentendeu-se com o Benfica, não tendo chegado a acordo financeiro para renovar contrato. Assim, depois de um processo algo atribulado, Hugo Leal abandonou o clube da Luz e mudou-se para o Atlético de Madrid, da I Liga espanhola. Mas a temporada 1999/2000 não correu muito bem a Hugo Leal já que o histórico clube espanhol desceu de divisão. O médio português alinhou em 21 partidas e apontou um golo.
Na época seguinte, a jogar na II Liga espanhola, Hugo Leal foi um dos principais elementos do Atlético de Madrid, tendo participado em 36 jogos e marcado quatro tentos. Mesmo assim, o clube espanhol não logrou regressar à I Liga.
Na temporada seguinte, 2001/2002, Hugo Leal foi transferido para uma das formações históricas de França, o Paris Saint-Germain. Começou por ganhar, logo no início da temporada, a Taça Intertoto, competição europeia onde participam clubes que não conseguiram acesso às principais provas da UEFA. Na I Liga francesa alinhou em 21 partidas e marcou um golo, tendo ainda feito cinco partidas e um tento na Taça UEFA.
Hugo Leal teve dificuldades em se impor como titular da equipa, situação que se repetiu em 2002/2003. No fim desta temporada esteve para ser dispensado mas o empenho demonstrado no início da época seguinte valeram a manutenção no plantel da formação parisiense, vindo a conquistar a Taça de França.
Em 2004/05 regressou a Portugal, desta vez para representar o Futebol Clube do Porto, onde contudo não se conseguiu impor. Ainda assim, conquistou uma Supertaça de Portugal. A meio da época foi emprestado à Académica e no final da temporada mudou-se para o Sporting de Braga.
Como referenciar: Hugo Leal in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 17:45:19]. Disponível na Internet: