Hypnerotomachia Poliphili

Incunábulo do século XV, datado de dezembro de 1499 (publicação), e atribuído a Francisco Colonna; presume-se que o autor seja um religioso da Ordem de São Domingos (mosteiro dos Santos João e Paulo de Veneza), visto que se encontrou um registo do início do século XVI do pedido de reembolso por parte da Ordem relativo a um empréstimo concedido a este monge para que pudesse publicar uma obra. Contudo, foram feitas outras atribuições de autoria ao longo dos tempos, estando entre os autores apontados por estudiosos Lourenço de Médicis e Leon Battista Alberti. O livro saiu da oficina do prestigiado impressor veneziano Aldus Manutius, tendo sido custeado por Leonardo Grassi, de Verona, e impresso num tipo de letra denominado "Bembo". O título deste incunábulo significa "A luta amorosa de Poliphilo num sonho", e a edição original está ilustrada com enigmáticas imagens pelo processo da xilogravura. Estas ilustrações (em número de 174 e atribuídas por alguns a Benedetto Bordon) ajudam figurativamente à compreensão do texto, que é bastante denso e se torna frequentemente incompreensível por ser composto por uma teia de trechos sobre assuntos tão variados como a música, a literatura e a arquitetura inseridos na narrativa das aventuras de Poliphilo que, num sonho, parte em busca da ninfa Polia. Cenas mitológicas, eróticas e misteriosas desenrolam-se em diversos cenários, entre os quais labirintos e bosques. A diversidade de assuntos tratados nesta obra pode prender-se com o título e com os nomes dos principais personagens (Polia, que em grego significa "muito", e Poliphilo, derivado do grego e significando "que gosta de muito") indicam um amor pela variedade e a procura incessante da mesma. As constantes alusões temáticas, figurativas e etimológicas (um exemplo é, como vimos, os nomes das personagens principais) às Antiguidades grega e romana são características da época renascentista. O texto está escrito em italiano, com palavras em (ou derivadas do) hebraico, latim, grego, árabe e mesmo algumas inventadas pelo autor.
Como referenciar: Hypnerotomachia Poliphili in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-01-27 17:56:59]. Disponível na Internet: