Ibn Khaldun

Historiador turco, Abd al-Rahman Ibn Mohammad, também conhecido por Ibn Khaldun, nasceu no ano 1332, na Turquia, e morreu em 1395. Era filho de árabes, no entanto, recebeu toda a sua educação na Turquia. O seu grande contributo reverteu para as leis da filosofia, da história e de uma "proto-sociologia". Mais tarde, foi prestar serviço militar para o Egito, às ordens do Sultão Barquq. Posteriormente, depois de ter ingressado na melhor academia da época, refugiou-se em Fez. Este período foi extremamente turbulento, devido a diversas rivalidades políticas. Entretanto, foi para a Argélia, onde encontrou paz para escrever Muqaddimah, o primeiro volume da sua História Universal. Este primeiro volume faz uma análise dos eventos históricos, conciliando a história com a psicologia, economia e com o ambiente social que contribuiu para a evolução dos factos. Noutro volume, fala da história dos Árabes, que compara com a história de outros povos, não deixando de realçar também a história dos povos Berberes do Atlas, em Marrocos e na Argélia.
Os últimos 24 anos de vida passou-os no Egito, onde se fixou e passou a ser tratado, como intelectual e homem de letras. A sua obra apresentou uma visão sociológica da História que veio revolucionar a conceção historiográfica muçulmana. Todos os seus livros encontram-se traduzidos em várias línguas.
Como referenciar: Ibn Khaldun in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 22:34:28]. Disponível na Internet: