Igreja de São Francisco de Ouro Preto

A igreja de São Francisco de Assis da Penitência de Ouro Preto está situada no sopé da serra chamada Morro da Força. As obras de construção de edifício foram iniciadas entre 1766 e 1767, mas desconhece-se quem tenha sido o autor do risco. No entanto atribuiu-se a autoria a António Francisco Lisboa, o "Aleijadinho".
A capela-mor já estava pronta em 1771, mas só seria decorada posteriormente.
A intervenção do Aleijadinho nesta igreja está documentada a partir de 1772, através de recibos de pagamento por trabalhos que executou neste local. Em 1744 faz-se menção ao seu risco para uma nova portada. É assim provável que a riquíssima decoração da fachada seja também da sua autoria. Nela observa-se um medalhão com Nossa Senhora dos Anjos, um escudo símbolo das cinco chagas, o escudo português e acima deste está outro medalhão no qual São Francisco é representado a receber os estigmas. Foi José António de Brito quem arrematou em 1744 e poderá ter subempreitado a obra a Aleijadinho. Este artista interveio também na sacristia, nos púlpitos e no retábulo do altar-mor. Pelo elevado grau de execução da obra poderá dizer-se que esta igreja é uma das obras-chave do escultor e entalhador brasileiro.
Trabalharam nesta igreja vários pintores entre os quais se destaca Manuel da Costa Ataíde, que pinta o painel do teto da sacristia, o teto da nave e pinta e doura a capela-mor.
O grande valor arquitetónico da cidade de Ouro Preto, de onde se destaca a igreja de S. Francisco, valeu-lhe a classificação de Património da Humanidade atribuída pela UNESCO em 1980.
Como referenciar: Igreja de São Francisco de Ouro Preto in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-12 03:44:19]. Disponível na Internet: