Igreja do antigo Convento da Madre de Deus

Situada em Vinhó, Gouveia, no distrito da Guarda, a igreja do extinto Convento da Madre de Deus é a atual Igreja Matriz de Vinhó.
Em 1573, Francisco de Sousa e sua mulher fundaram o Convento de Freiras Clarissas, que dedicaram à Madre de Deus, na sua quinta em Vinhó. Ainda nesse ano e após a conclusão das obras, os fundadores entregaram, através de escritura, o convento a Frei Nicolau de Jesus. No séc. XVIII, deu-se a extinção do convento que se encontrava já arruinado. Foi adquirido depois por uma família de Gouveia que procedeu à demolição do edifício, claustro e cerca, conservando apenas a igreja e parte de um edifício que viria mais tarde a funcionar como escola primária.
De construção maneirista, esta igreja apresenta uma planta retangular composta por elementos quinhentistas, como o portal em arco pleno ladeado por colunas compósitas, e elementos setecentistas, como é o caso do portal e do janelão em arco abatido, da talha retabular e do teto de caixotões.
No interior do altar-mor com um retábulo em talha dourada encontra-se o túmulo dos fundadores.
Como referenciar: Igreja do antigo Convento da Madre de Deus in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-19 22:59:16]. Disponível na Internet: