Igreja Matriz de Areias

Arquitetada por João de Castilho nos meados do século XVI, a Igreja Matriz de Areias - consagrada a N. Sra. da Graça - deixa ainda ver parte desta reedificação quinhentista. Localiza-se em Ferreira do Zêzere.
Precedida de uma escadaria alta e íngreme, a sua frontaria mostra um corpo central avançado e rasgado por uma elegante galilé quinhentista, formada por três arcos de volta perfeita e assentes em colunas de capitéis jónicos. A fachada eleva-se em dois pisos, o inicial com janela moldurada sobre nicho vazio, enquanto o segundo corresponde à torre sineira, composta por duas ventanas frontais, rematadas por pequena empena triangular, sobre a qual está o relógio, ladeada por pináculos e encimada por um campanário com sineira e uma cruz latina. Este corpo central é cingido por cunhais de cantaria e parte das paredes externas das naves laterais do corpo da igreja, também estas marcadas por cunhais de cantaria aparelhada. As três naves do corpo da igreja são cobertas por teto em madeira, sendo a central de maiores dimensões e altura, divididas por arcos de volta perfeita que repousam sobre colunas jónicas. O púlpito da igreja é uma obra elegante, formada por um resguardo cilíndrico, decorado por friso com anjos alados e assente num colunelo. Nos altares laterais podem admirar-se esculturas do século XVI, uma de sabor popular, S. Saturnino, enquanto a de Sto. António é de pedra e de melhor nível artístico. A Capela do Senhor das Angústias expõe um retábulo da renascença decadente e que está datado do ano de 1596.
A capela-mor é coberta por uma abóbada artesoada, com pinturas de símbolos heráldicos reais e da Cruz de Cristo. O retábulo de talha dourada é obra do Barroco Nacional, de finais de Seiscentos. Parte das suas paredes são revestidas por tapetes de azulejo-padrão, também eles do século XVII.
A Igreja Matriz de Areias foi classificada em 1934 como Imóvel de Interesse Público ( I.I.P.).
Como referenciar: Igreja Matriz de Areias in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 03:28:45]. Disponível na Internet: