Igreja Matriz de Fonte Arcada

A Igreja Matriz de Fonte Arcada, no concelho da Póvoa de Lanhoso, e distrito de Braga, é um templo de traça românica que integrou o Mosteiro de monges beneditinos, fundado em 1067 por D. Godinho Fafes. Da sua reedificação, realizada nos séculos XII e XIII, resultam os atuais traços arquitetónicos, marcados pelo sentido de elegância e harmonia das proporções. A frontaria é ladeada à esquerda por uma torre sineira de construção posterior.
A Igreja de Fonte Arcada é um monumento do românico nortenho dos séculos XII-XIII, revelando na sua fachada de cantaria granítica um pórtico de três arquivoltas, separadas por superfícies côncavas, e sustentadas por seis colunelos com os seus ornados capitéis. As arquivoltas são rodeadas por um arco, cuja face é preenchida por motivos axadrezados. Corta o pano da fachada, ao centro, uma moldura horizontal, fazendo a separação do portal e da rosácea. As paredes laterais apresentam cornijas em arcatura cega, assente em cachorada angular, abrindo-se no flanco sul uma porta com arcaria idêntica ao do pórtico principal, em cujo tímpano se inscreve uma cruz pátea, moldurada e ladeada, inferiormente, por um sol e uma lua.
A cabeceira é flanqueada por duas colunas de ornados capitéis e contornada, superiormente, por uma cornija de arcadas lombardas, sobrepujada com meias esferas junto ao beirado.
O interior do templo, de uma só nave, é amplo, bastante elevado e de linhas severas, somente interrompidas na capela-mor pela sua notável plasticidade. A capela-mor reparte-se por três pisos distintos: na zona térrea mostram-se arcaturas cegas elevadas, encimadas por moldura entrançada; no primeiro piso as elevadas fenestrações são tratadas como pórticos; finalmente, uma cobertura em abóbada nervurada e seccionada em gomos.
Como referenciar: Igreja Matriz de Fonte Arcada in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-18 22:50:49]. Disponível na Internet: