Igreja Matriz de Vila Praia da Vitória

A Igreja Matriz de Vila Praia da Vitória, na ilha açoriana da Terceira, é um templo fundado pelo donatário flamengo Jacome de Bruges, vindo a ser sagrado no ano de 1517.
No século XVIII, as obras que sofreu modificaram radicalmente o prospeto original desta igreja.
Erguendo-se num amplo terreiro de Vila Praia da Vitória, a matriz desta vila açoriana da Terceira é um edifício marcado por diferentes linguagens artísticas. Com efeito, a fachada da igreja é de grandes proporções e linhas harmoniosas, contrastando vivamente as cantarias pintadas de amarelo com os panos caiados de branco.
Ao centro rasga-se um portal nobre do século XVI, magnífica obra do gótico final, oferecido por D. Manuel I. Recortado por um elegante gablete gótico que se destaca da fachada, o portal manuelino é formado por quatro arquivoltas ogivais e enquadrado por um arco de querena com remate cogulhado. Os arcos ogivais repousam sobre quatro pares de colunelos capitelizados, os quais assentam sobre embasamentos alteados. Superiormente está uma pequena cartela com a data de 1517, ano da sagração desta igreja.
Acima do portal abre-se uma rosácea manuelina, com moldura circular cordiforme e com um delicado desenho de rendilhado geométrico no centro. A parte central da fachada é ainda marcada por seis janelas barrocas, de suaves linhas mistilíneas, duas ladeando o portal e as restantes quatro colocadas num plano mais elevado. O remate da fachada é feito por alteada empena contracurvada, no topo da qual foi colocada uma cruz latina. A frontaria é flanqueada por duas modestas torres sineiras quadrangulares.
O interior é amplo, ressaltando do seu espaço a Capela de N. Sra. do Rosário e os retábulos secundários em talha dourada, expondo estes algumas imagens de santos.
Como referenciar: Igreja Matriz de Vila Praia da Vitória in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-19 00:47:08]. Disponível na Internet: