Artigos de apoio

Industrial Light and Magic
Empresa norte-americana produtora de efeitos especiais para o cinema criada em 1975 pelo cineasta George Lucas, subsidiária da sua Lucasfilm Ltd. A companhia surgiu para trabalhar especificamente nos efeitos especiais de Star Wars (A Guerra das Estrelas, 1977), uma vez que não existiam empresas deste género na altura. Aquilo que parecia ser uma estrutura para uso único, transformou-se num emblema da indústria cinematográfica, a partir do momento em que, depois do enorme sucesso do filme (que revolucionou a história dos efeitos especiais), Lucas concluiu necessitar dos seus serviços para as sequelas da mítica série, realizadas em 1980 e 1983. Os três filmes foram galardoados com o Óscar para os Melhores Efeitos Visuais.
Em 1985, a Industrial Light and Magic (ILM) criou a primeira personagem gerada inteiramente por computador para o filme de Barry Levinson Young Sherlock Holmes (O Enigma da Pirâmide). Três anos mais tarde, produziu a primeira transformação cinematográfica de um objeto noutro através da técnica de morphing - para o filme Willow (Willow - Na Terra da Magia) -, recebendo pela autoria do programa "Morf" um Óscar especial técnico. No ano seguinte, concebeu a primeira personagem tridimensional gerada por computador, no filme de James Cameron, The Abyss (O Abismo).
Entre muitos outros feitos históricos, a ILM foi responsável pela primeira personagem principal gerada por computador, o T1000 de Terminator 2 - Judgement Day (Exterminador Implacável 2 - O Dia do Julgamento, 1991); as primeiras criaturas digitais verdadeiramente realistas com pele, músculos, texturas e comportamentos - os dinossauros de Jurassic Park (Parque Jurássico, 1993); a manipulação de imagens de arquivo e subtis efeitos digitais "invisíveis" que apoiam uma narrativa convencional em Forrest Gump (1994).
Destacam-se ainda, para além dos filmes citados, os trabalhos galardoados com o Óscar para os Efeitos Visuais em Raiders of the Lost Ark (Os Salteadores da Arca Perdida, 1981), E.T. - The Extraterrestrial (E.T. - O Extraterrestre, 1982), Cocoon (A Aventura dos Corais Perdidos, 1985), Innerspace (O Micro-herói, 1987), Who Framed Roger Rabbit? (Quem Tramou Roger Rabbit?, 1988) e Death Becomes Her (A Morte Fica-vos Tão Bem, 1992).
Em 2002, compôs mais de 2000 planos de efeitos visuais para o primeiro grande filme rodado completamente em vídeo digital de alta definição: Star Wars: Episode II - Attack of the Clones (Star Wars: Episódio 2 - O Ataque dos Clones), de George Lucas.
Operando na vanguarda da tecnologia, a ILM usa um misto de software e hardware criados de raiz e adquiridos no mercado. A parte tecnológica fabricada pela empresa é responsável por muitos dos seus prémios no âmbito da inovação técnica no cinema, designadamente diversos Óscares.
Como referenciar: Industrial Light and Magic in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-25 05:41:00]. Disponível na Internet: