Infante D. João (1352-1397)

Filho de Inês de Castro e de D. Pedro I, nasceu por volta de 1352.
Casou em segredo com D. Maria Teles, o que enfureceu a irmã desta (casada com D. Fernando), D. Leonor Teles, que não queria ver a sua irmã no trono na casualidade de D. João se tornar rei. D. Leonor provocou o assassínio da irmã pelo marido, ao sugerir a D. João, ambicioso, que lhe tinha reservado o casamento com a sua filha, D. Beatriz, o lhe proporcionaria um acesso quase direto ao trono. Perseguido depois por D. Leonor Teles, que não tencionava cumprir o dito e queria eliminar um pretendente à coroa, refugiou-se em Castela, onde se casou com D. Constança, filha de Henrique II. Participou no cerco castelhano a Elvas, acabando por morrer em 1397 na prisão em Salamanca, para onde o tinha remetido o rei D. João I de Castela por ser o pretendente com mais direito ao trono.
Como referenciar: Infante D. João (1352-1397) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 17:00:25]. Disponível na Internet: