Invasão da Polónia

O pacto germano-soviético, de 23 de agosto de 1939, pretendia secretamente dividir a Polónia entre ambos os países envolvidos.
Os polacos, desesperados, acreditavam na sua velha capacidade de resistência e no apoio da França.
A tensão germano-polaca sobre Danzig e do seu "corredor" mantinha-se, agravando-se dia a dia, sem avanços visíveis nas negociações. Varsóvia, então, recusa-se a mantê-las com Hitler.
Assim, às 5 horas da manhã de 1 de setembro de 1939, a Wehrmacht penetra na Polónia sem qualquer declaração de guerra. Aeródromos e vias de comunicação são destruídos por 2000 aviões da Luftwaffe, e 58 divisões militares alemãs, divididas em dois exércitos (Bock no Norte, von Rundstedt no Sul) avançam em força. Rydz-Smigly, pelo lado dos polacos, opõe-se com 40 divisões, 600 aviões, ao longo de uma linha de frente com mais de 1600 km.
Tinha começado a Segunda Guerra Mundial.
A manobra alemã, no modelo de guerra-relâmpago (Blitzkrieg), visava o envolvimento pelos flancos das forças polacas a oeste do rio Vístula.
Partindo da Prússia e da Pomerânia (alemãs), Bock atinge o rio Narew, a 6 de setembro; passa o rio Bug e encontra-se em Varsóvia com as forças de Rundstedt, que tinham tomado Cracóvia a 6 e Lodz a 8 daquele mês.
A capital é totalmente cercada a 14, enquanto na Posnânia decorriam violentos combates com os polacos (Batalha de Bzurd), de 10 a 17 de setembro.
Um envolvimento ainda maior sobre o Bug é efetuado a 16 de setembro, pela junção em Brest de tropas de Bock e Rundstedt.
No dia seguinte, o exército soviético penetra na Polónia oriental e a 28 de setembro é alterado o acordo secreto de partilha do país, por Ribbentrop e Molotov: a fronteira germano-soviética é fixada sobre o Bug e o rio San.
Desde 18 de setembro que o Governo e o Alto-Comando militar polacos estavam já na Roménia. A capitulação de Varsóvia dá-se a 28 desse mês, apesar dos combates prosseguirem, com os polacos sem munições, até 5 de outubro.
A Polónia é novamente invadida em 1944-45, desta feita por leste, pelos russos do general Rokossovski, que acabam por expulsar os alemães em fevereiro de 1945.
Como referenciar: Porto Editora – Invasão da Polónia na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-24 10:33:08]. Disponível em