investimento

O investimento de uma economia depende fundamentalmente do nível da taxa de juro, variando com ela no sentido inverso. Isto porque uma parte desse investimento é quase sempre feita com recurso ao crédito e uma elevada taxa de juro leva a encargos financeiros também elevados. No entanto, mesmo na hipótese de investimento sem recurso a endividamento, taxas de juro elevadas poderão levar a que as empresas decidam não investir, porque não obterão taxas de rentabilidade do investimento que compensem o grau de risco associado a este e tenderão assim a colocar as suas economias numa aplicação sem risco. Não será racional investir se a remuneração desse investimento for inferior ou apenas igual à remuneração de uma aplicação sem qualquer risco (como um depósito bancário ou a aquisição de títulos de dívida pública), já que um investimento produtivo comporta sempre um certo grau de risco, que terá que ser compensado pela rentabilidade que lhe está inerente.
No entanto, podem-se considerar outros fatores dos quais o investimento também depende, como sejam o nível de rendimento da economia, o nível de capital fixo instalado nas empresas e o índice de confiança dos empresários e as suas expectativas quanto à evolução futura da economia.
Como referenciar: investimento in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-05 10:28:37]. Disponível na Internet: