Ivo Silva

Pintor português nascido em 1959, em Lisboa, cidade onde frequentou a Escola Superior de Belas Artes. Expôs pela primeira vez em 1983. Desde o primeiro momento, na sua obra pictórica existe uma presença impositiva que é conseguida pela globalidade da imagem e tratamento do suporte. Nas suas pinturas, apesar de o pintor tirar partido do tradicional hábito de procurar representações de objetos e de paisagens, o resultado obtido é insólito, como montanhas cor de sangue ou vales estranhos; linhas que convergem não numa perspetiva central estática mas lateral, vertiginosa; a construção rígida de espaços e a flutuação de manchas amorfas num cromatismo de pendor expressionista. Sobre a sua obra, as palavras do artista: "Penso em termos de forças e formas implosivas, capazes de energia concentrada. Estou preocupado com a superfície, como pele que cobre o corpo da pintura. Procuro a textura áspera, porque acredito que nela se encontra o momento e a presença humana". As relações na sua pintura esclarecem se através da multiplicidade de significações instaurando no ato pictural uma nova linguagem. Os títulos dos seus quadros auxiliam a distanciação psíquica necessária como, por exemplo, Óleo e areia sobre tela (1987) ou Ascensão, óleo sobre duas telas (1988) onde a aspereza das matérias torna o quadro impositivo como objeto.
Como referenciar: Ivo Silva in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-22 12:44:12]. Disponível na Internet: