Jack Nicholson

Ator norte-americano, de nome verdadeiro John Joseph Nicholson, nascido a 22 de abril de 1937, em Neptune, New Jersey. É conhecido pela sua versatilidade na interpretação de personagens estranhas.

Foi educado pela sua avó até aos 17 anos, altura em que partiu para a Califórnia para tentar melhorar o seu nível de vida. Empregou-se como paquete no departamento de animação dos estúdios da MGM, ao mesmo tempo que tinha aulas de Interpretação Dramática.
Depois de aparições esporádicas em televisão e no teatro, estreou-se em cinema, no obscuro filme B The Cry Baby Killer (1958), pela mão de Roger Corman que o chamaria para filmes de terror como The Little Shop of Horrors (A Lojinha dos Horrores, 1960), The Raven (O Corvo, 1963) e The Terror (O Terror, 1963). Trabalhou com Corman até 1967, altura em que decidiu partir para projetos de maior envergadura.

Tornou-se um ícone do movimento hippie com a sua personagem de George Hanson, um advogado alcoólico em Easy Rider (1969), filme que se tornaria objeto de culto e que lhe deu uma nomeação para o Óscar na categoria de Melhor Ator Secundário. Foi aliás a primeira nomeação da sua carreira, tornando-o no ator de Hollywood com o melhor currículo de sempre. Na categoria de Melhor Ator Principal, teve quatro nomeações, entre 1970 e 1975: por Five Easy Pieces (Destinos Opostos, 1970), onde interpretou um músico talentoso que abdica da sua carreira, pela sua interpretação de marinheiro, em The Last Detail (O Último Dever, 1973), pelo policial Chinatown (1974), onde imortalizou o detetive J.J. Gittles, e por aquele que terá sido o desempenho mais famoso de todo o seu percurso artístico, o de Randle, um criminoso que finge uma doença mental para escapar da prisão, em One Flew Over the Cuckoo's Nest (Voando Sobre um Ninho de Cucos, 1975), filme que lhe valeu o Óscar para Melhor Ator.

Em finais da década de 70, era dos atores mais populares do Mundo, apesar de fracassos como The Missouri Breaks (Duelo no Missouri, 1976). Depois de ter recriado o dramaturgo Eugene O'Neill em Reds (1981), venceu um Óscar para Melhor Ator Secundário pelo astronauta lunático que conquista Shirley MacLaine em Terms of Endearment (Laços de Ternura, 1983). Continuou a marcar presença na Noite dos Óscares com nomeações para a categoria de Melhor Ator pelo seu assassino da Máfia, em Prizzi's Honor (A Honra dos Padrinhos, 1985), e pelo escritor em descoberta do seu passado em Ironweed (Estranhos na Mesma Cidade, 1987).

O seu prestígio levava-o a cometer pequenas extravagâncias, como, por exemplo, exigir um cachet de 10 milhões de dólares para personificar o Joker em Batman (1989). Em 1997, recebeu a terceira estatueta dourada pelo seu escritor maníaco-depressivo Melvin Udall que se apaixona por uma empregada de mesa em As Good as it Gets (Melhor é Impossível, 1997). Com About Schmidt (As Confissões de Schmidt, 2002), alcançou o recorde de doze nomeações para Óscar.

Posteriormente, participou nas comédias Anger Management (Terapia de Choque, 2003), ao lado de Adam Sandler, e Something's Gotta Give (Alguém Tem que Ceder, 2003), onde protagonizou um magnífico par romântico com Diane Keaton. Em 2006, foi convidado por Martin Scorsese para integrar um elenco de luxo no filme The Departed, ao lado de Leonardo DiCaprio, Matt Damon, Mark Wahlberg e Alec Baldwin.
Como referenciar: Jack Nicholson in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 00:47:25]. Disponível na Internet: