Jake Gyllenhaal

Ator norte-americano, Jacob Benjamin Gyllenhaal nasceu a 19 de dezembro de 1980, em Los Angeles, Califórnia. Descendente de suecos e russos, é filho do realizador Stephen Gyllenhaal e da guionista Naomi Fon, e irmão da também atriz Maggie Gyllenhaal.
Frequentou a Universidade de Columbia durante dois anos, mas desistiu para se dedicar inteiramente à carreira de ator. A sua estreia no cinema aconteceu em 1991, na comédia de Ron Underwood City Slickers (A Vida, o Amor e as Vacas), protagonizada pela dupla Billy Crystal e Daniel Stern. Atuou depois, sob as ordens do seu pai Stephen, em A Dangerous Woman (Uma Mulher Perigosa), ao lado de Debra Winger, Barbara Hershey, Gabriel Byrne e da sua irmã Maggie. Seguiu-se um pequeno papel em Josh and S.A.M (Fuga em Grande), de Billy Weber, voltando, de seguida, a colaborar com o seu pai na comédia Homegrown (Traficantes Aprendizes), protagonizada por Billy Bob Thornton. Em 1999, teve a sua estreia no papel principal em October Sky, realizado por Joe Johnston, onde também atuaram Chris Cooper e Laura Dern. Mas foi em 2001, com o estranho filme de fantasia e ficção Donnie Darko, de Richard Kelly, elevado à categoria de filme culto, que, graças a um desempenho aclamado pela crítica, Jake se tornou um ator a ter em conta.
Atuou posteriormente na comédia Bubble Boy (2001), sobre um jovem que sofre de uma doença do sistema imunitário e que vive dentro de uma bolha de plástico; em Lovely & Amazing (2001), protagonizado por Catherine Keener e Brenda Blethyn; e na comédia negra The Good Girl (2002), onde interpreta o papel de um jovem que se apaixona e tem um romance tórrido com uma mulher casada, papel interpretado por Jennifer Anniston. Ainda em 2002, entrou em Highway, de James Cox, e protagonizou Moonlight Mile (Sonhos Desfeitos), um drama sobre Joe Nast, um jovem que perde a sua noiva num tiroteio acidental e que passa algum tempo com os seus sogros (Dustin Hoffman e Susan Sarandon), com quem cria uma relação de amizade.
Em 2004, assumiu o papel de filho de Dennis Quaid, no filme-catástrofe The Day After Tomorrow (O Dia Depois de Amanhã), de Roland Emmerich, sobre os efeitos devastadores do aquecimento global da Terra e a consequente inundação de cidades costeiras, neste caso Nova Iorque. Ainda no mesmo ano, participou na comédia Jiminy Glick in Lalawood, e em 2005 integrou os elencos de Proof (Proof - Entre o Génio e a Loucura), Jarhead (Máquina Zero) e Brokeback Mountain. Foi, por este último papel, nomeado para diversos prémios, entre os quais o Óscar de Melhor Ator Principal, tendo-o perdido, no entanto, para Philip Seymour Hoffman.
Como referenciar: Jake Gyllenhaal in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-20 18:35:07]. Disponível na Internet: