James Ussher

Arcebispo de Armagh e primaz da Irlanda, nasceu, em Dublin, a 4 de janeiro de 1581 e morreu, em Surrey, na Inglaterra, a 21 de março de 1656. Foi ordenado padre em 1601 e, depois de se tornar professor e vice-chanceler da Universidade de Dublin, foi designado arcebispo de Armagh, em 1625. Nove anos mais tarde, tornar-se-ia primaz da Irlanda. Conquistado o respeito dos anglicanos e puritanos, propôs, em 1641, a combinação dos métodos episcopais e presbiterianos como forma de administrar a igreja inglesa. Foi autor de numerosos escritos sobre o Cristianismo na Ásia Menor e o episcopado, manifestando sempre o seu desacordo com a religião católica romana. Conhecedor de línguas semitas, estudou cuidadosamente vários textos colecionados no Médio Oriente e no Mediterrâneo, relacionou-os com as escrituras sagradas, relatos históricos e ciclos astronómicos e, em 1650, após aprofundados cálculos, chegou à conclusão que o mundo havia sido criado numa tarde de outubro do ano de 2004 a.C., descobrimento que publicou no seu livro Anais do Antigo e Novo Testamento. Durante muito tempo foi esta a versão autorizada pela igreja, tendo mesmo sido divulgada através de várias edições da Bíblia, durante cerca de dois séculos.
Como referenciar: James Ussher in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-21 05:34:31]. Disponível na Internet: