Jan Huss

Reformador religioso checo (c.1369-1415), precursor da Reforma, nasceu em Husinec, na Boémia (atual República Checa).
Foi ordenado sacerdote em 1400; foi deão e depois reitor da Universidade de Praga (1402). Estudou as obras de Wycliffe e, sem compartilhar totalmente das ideias deste reformador inglês, ensinou que "ninguém é representante de Cristo nem de Pedro, se não imitar os seus costumes" e exigiu para os seus fiéis a comunhão sob as duas espécies: pão e vinho. Os seus veementes sermões contra os escândalos da hierarquia valeram-lhe a excomunhão por Alexandre V.
Em 1410, entra em conflito com o Arcebispado de Praga, desencadeando-se uma revolta popular em seu favor.
Convocado a Constança pelo Concílio ali reunido (1414), foi queimado vivo em 1415, apesar do salvo-conduto de segurança que lhe havia dado o imperador Sigismundo. As suas cinzas foram lançadas ao Rio Reno. Os seus defensores, ditos hussitas, sustentaram contra o Império, ortodoxamente "católico", inúmeras e longas guerras, só terminadas em 1471.
Como referenciar: Jan Huss in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 23:14:27]. Disponível na Internet: