jazigos minerais por concentração em mares profundos

Nos fundos marinhos, a grandes profundidades e em condições de pressão e temperatura semelhantes às da diagénese, localizam-se depósitos que podem constituir jazigos minerais. Entre eles destacam-se as acumulações de nódulos de manganésio, que na atualidade ocupam grandes extensões a grande profundidade, onde a velocidade de sedimentação é muito lenta. Não se tem comercializado a sua exploração devido a encontrarem-se a uma profundidade de cerca de 5000 metros, o que implica custos muito elevados, mas estuda-se a sua exploração futura. A génese destes nódulos não é bem conhecida, mas admite-se que se devem à concentração a elevadas pressões (milhares de atmosferas) de materiais dissolvidos na água do mar, em alguns casos ajudada por fenómenos bioquímicos.
A sua origem primária é atribuida aos elementos metálicos libertados por vulcões submarinos, em especial nas dorsais médio-oceânicas.
Como referenciar: jazigos minerais por concentração em mares profundos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-20 18:16:48]. Disponível na Internet: