Jean Auel

Romancista norte-americana, Jean Marie Untinen Auel nasceu a 18 de fevereiro de 1936, em Chicago, no estado do Illinois. De raízes desfavorecidas, era a segunda de cinco filhos de um pintor de paredes e neta de finlandeses da Ostrobótnia emigrados para os Estados Unidos. Terminados os seus estudos secundários, casou com Ray Bernard Auel, em 1954, de quem teve por sua vez cinco filhos.
Entre 1965 e 1966, foi viver para o estado do Oregon, onde trabalhou como administrativa em Beaverton. A partir de 1966, frequentou duas universidades em Portland, financiando os seus estudos com o exercício de profissões como desenhadora de circuitos impressos e gestora de crédito. Terminou o seu MBA com quarenta anos de idade, em 1976 e, nesse mesmo ano, decidiu abandonar a empresa de eletrónica em que havia colaborado, ao ter a ideia para um romance passado na Pré-História. Dedicou-se, a partir de então, inteiramente à atividade da escrita. Terminou o seu primeiro romance em 1978, ao fim de dois anos de pesquisas pormenorizadas sobre os tempos pré-históricos, mas o formato em que este fora escrito, prevendo uma continuação em série, não inspirou confiança às editoras, pelo que só em 1980 conseguiria publicá-lo. The Clan Of The Cave Bear (O Clã do Urso das Cavernas), primeiro volume da série Earth Children´s Series (Série das Crianças da Terra), constituiu um sucesso imediato. Conta a história de uma menina Cro-Magnon orfã, de nome Ayla, que é adotada por um clã de hominídeos Neanderthal, o Clã do Urso das Cavernas, de cariz tradicionalista e repleto de tabús. Tida como desadaptada, Ayla revolta-se contra o predomínio masculino, pelo que é punida.
Servindo-se da Idade da Pedra como cenário para analisar os fenómenos provenientes da guerra dos sexos, Auel assume-se como feminista ao demarcar Ayla na Pré-História matriarcal, e ao torná-la numa heroína cuja inventividade - é o primeiro ser humano a montar a cavalo, a domesticar o cavalo e a iscar o fogo - a torna superior aos homens primitivos.
A The Clan Of The Cave Bear (1980, O Clã do Urso das Cavernas), seguir-se-ia The Valley Of Horses (1983, O Vale dos Cavalos), The Mamouth Hunters (1985, Os Caçadores de Mamutes), Plains Of Passage (1990, Planícies de Passagem) e The Shelters Of Stone (2002, Guaritas de Pedra), todos eles obras que conseguiram conquistar acolhimento por parte do público. Em reconhecimento disso mesmo, a autora foi galardoada com diversos prémios literários, nos quais se incluem uma nomeação para o American Book Award, o Friends of Literature Award e o Scandinavian Kaleidoscope of Art and Life Award. Recebeu também títulos Honoris Causa das universidades de Portland, do Maine e do Mount Vernon College.
Como referenciar: Jean Auel in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-08 11:03:49]. Disponível na Internet: