Jean Harlow

Atriz norte-americana nascida em 1911, notabilizada pela imagem sensual que deixou transparecer nos seus trabalhos cinematográficos que atingiram o seu auge na década de 30. Com apenas 16 anos, fugiu de casa para se casar com um empresário de sucesso que a levou para Los Angeles. Em breve, surgiu como figurante em diversas produções cómicas de Hollywood datadas de 1928 e 1929. A sua grande oportunidade deu-se quando o produtor Howard Hughes a contratou para substituir a atriz sueca Greta Nissen no filme Hell's Angels (1930). Hughes encarregou-se de explorar a imagem sensual da atriz em filmes que a tipificaram em papéis de "loura platinada": Public Enemy (O Inimigo Público, 1931) e Goldie (1931) são os exemplos mais clássicos. Em 1932, o seu nome apareceu nos tabloides de escândalos devido ao suicídio do seu segundo marido, Paul Bern, incapaz de lidar com a sua impotência sexual. Nesse mesmo ano, assinou um contrato com a MGM, que a recrutou para liderar sucessos como Red Dust (Terra Abrasadora, 1932) e China Seas (Nos Mares da China, 1935). Em 1937, iniciou um mediático idílio amoroso com o ator William Powell. Nesse mesmo ano, após as rodagens de Saratoga (1937), Harlow entrou em coma, falecendo dez dias mais tarde devido a uma infeção renal.
Como referenciar: Jean Harlow in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-25 03:13:30]. Disponível na Internet: