Jerry Lee Lewis

Cantor norte-americano, Jerry Lee Lewis nasceu a 29 de setembro de 1935, em Ferriday, no estado da Luisiana.

Apesar de fazer parte de uma família pobre, Jerry começou a ter aulas de piano aos 10 anos, juntamente com dois primos, e desde logo mostrou muito talento. Um outro primo, mais velho, ensinou-lhe o boogie-woogie, ao qual Jerry juntou gospel e country para criar um estilo muito próprio.
Aos 14 anos, quando já tinha demonstrado todas as potencialidades para fazer carreira no meio musical, nomeadamente numa atuação na sua terra natal, a sua mãe inscreveu-o num colégio religioso no Texas. Só que a irreverência de Jerry levou a que três meses depois fosse expulso e enviado para casa.

A partir daí levou uma vida muito agitada e aos 21 anos, já com dois casamentos pelo meio e uma pequena temporada na prisão, foi contratado pela editora Sun, de Memphis. Lançou o primeiro single em 1956, com o título Crazy Arms, uma versão de Ralph Mooney que alcançou um êxito considerável.

Jerry Lee Lewis manteve-se pelos estúdios Sun a trabalhar, tocando piano para outros artistas, até que um dia, a 4 de dezembro de 1956, fez uma sessão de improviso com Elvis Presley e Carl Perkins. Entretanto, Jerry, que gostava de dar espetáculo em palco, deixou de tocar piano sentado para assim poder ser mais exuberante.

Em março de 1957, Sam Philips, dono dos estúdios Sun, apostou tudo na promoção do segundo single, "Whole Lotta Shakin' Goin' On", de Jerry Lee Lewis, que se revelou um tremendo sucesso. Entretanto, Jerry ganhava notoriedade com os seus espetáculos ao vivo cheios de energia e loucura. Subitamente, Jerry Lee Lewis tornou-se o mais recente, excitante e empolgante artista do rock'n'roll. O Matador (The Killer), como passou a ser conhecido, conquistou o respeito do mundo da música.
O lançamento seguinte, em novembro do mesmo ano, foi "Great Balls of Fire", um tema gravado apenas na companhia do piano, mas nem por isso com menos energia, que se tornou um marco na história do rock & roll. Este tema foi o mais conhecido da sua carreira, projetando-o para a participação no filme Jamboree, sobre o rock. Pouco tempo depois lançou mais um single que dominou as tabelas de vendas, "Breathless".

Em finais de 1957, Jerry Lee Lewis casou com a sua prima de 13 anos, Myra Gale Brown, filha do seu baixista, e a partir daí a sua carreira entrou em declínio. A insistência de Jerry Lee Lewis em se fazer acompanhar pela sua esposa na digressão de estreia em Inglaterra alertou a imprensa britânica para o casamento polémico, contribuindo para o clima de destruição da imagem de Jerry nos jornais. A digressão acabou por ser cancelada. O regresso aos EUA não se revelou menos penoso. Os seus discos foram banidos das rádios e Jerry praticamente não tinha propostas de concertos.

Em março de 1958, Jerry Lee Lewis envolveu-se numa discussão com Chuck Berry para decidir qual dos dois encerrava um concerto. A organização optou por Chuck Berry, mas Lewis, durante a sua atuação, acabou por incendiar o piano em palco, inviabilizando a atuação de Berry.

Jerry andou quase uma década em queda e só regressou aos tops em finais dos anos 60 e início dos 70, mas desta vez numa linha country e western. Em 1972 voltou a dedicar-se ao rock & roll. Mas os problemas familiares, o álcool e as drogas arrasaram de novo a carreira do excêntrico músico.

Contudo, ele ressurgiu outra vez em 1989, quando foi lançado um filme de Jim McBride sobre a sua vida, chamado Great Balls of Fire. Jerry Lee Lewis cantou as músicas da banda sonora. O mediatismo desse filme rendeu-lhe um convite para compor um tema da banda sonora de Dick Tracy.O seu nome foi integrado no Rock & Roll Hall Of Fame e foram editadas diversas edições especiais e compilações da sua obra. O músico continuou a atuar, optando por registar em disco muitos desses espetáculos.
Como referenciar: Jerry Lee Lewis in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 10:58:59]. Disponível na Internet: