João Cabral do Nascimento

Escritor português nascido a 22 de março de 1897, no Funchal, e falecido a 2 de março de 1978, em Lisboa. Formado em Direito pela Universidade de Coimbra, foi professor do ensino técnico-profissional e diretor do Arquivo Histórico da Ilha da Madeira. Cofundador de Ícaro, colaborou nas revistas Cadernos de Poesia, Litoral, Távola Redonda, Tempo Presente, entre outras. Para David Mourão-Ferreira, "ninguém representa, como Cabral do Nascimento, o lirismo na sua forma mais pura, mais decantada, mais liberta de todos os compromissos e de todos os hibridismos". (MOURÃO-FERREIRA, David - Vinte Poetas Contemporâneos, Lisboa, Ática, 1980, p. 35). Os temas da angústia ante a fugacidade do tempo, da melancolia, da solidão, aliados a uma mestria formal ímpar, quer em verso livre quer em esquemas métricos e versificatórios tradicionais, conferem ao autor de Cancioneiro um lugar singular na modernidade, filiando-o, segundo Mourão-Ferreira, na linhagem parnasiana e simbolista: "Apto, como muito poucos, para descrever plasticamente o real exterior (objetivo central do poeta parnasiano), Cabral do Nascimento tende, no entanto, pelo seu simbolismo igualmente congénito, a estrangular esse pendor descritivo e a descobrir, para além das coisas, os símbolos que elas contêm" (id. ibi., p. 38).
Como referenciar: João Cabral do Nascimento in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-20 10:49:38]. Disponível na Internet: