João Correia de Oliveira

Autor dramático e prosador, nascido em 1881, em S. Pedro do Sul, e falecido em 1960, em Esposende, irmão do poeta António Correia de Oliveira, cujas Líricas publicou em 1946, colaborou, como cronista e como ficcionista, assinando com o seu nome ou sob os pseudónimos de João da Beira e João Norte, em diversas publicações periódicas regionais e nacionais, com especial destaque para A Arte. Foi responsável pela Biblioteca Superior de Alta Cultura, para a qual traduziu diversas obras de teor filosófico e histórico. No domínio da arte dramática escreveu, na primeira metade dos anos 20, com Francisco Lage, três peças que, segundo Luiz Francisco Rebello (cf. 100 Anos de Teatro Português, Porto, 1984, p. 86), correspondem às linhas dominantes da dramaturgia nacional do pós-guerra: o drama rural (Os Lobos), o drama histórico (Ribeirinha) e o drama psicológico (A Verdade).
Como referenciar: João Correia de Oliveira in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-18 23:17:14]. Disponível na Internet: