Joaquim Leitão

Ator e realizador de cinema português nascido em 21 de dezembro de 1956, em Lisboa. Abandonando o curso de Direito na Universidade de Lisboa em 1975, inscreveu-se no Conservatório no ano seguinte, vindo a concluir o curso de Montagem da Escola de Cinema, em 1980. Ator em diversos filmes como, por exemplo, O Lugar do Morto (1983), estreou-se como realizador com uma curta-metragem para a RTP, tendo, mais tarde, dirigido trabalhos em vídeo para dois espetáculos de Ricardo Pais. Colaborou no argumento de Serenidade, de Rosa Coutinho Cabral, acabando por rodar a sua primeira longa-metragem em 1985. Considerado um cineasta que demonstra uma mestria técnico-narrativa excelente, destacam-se, entre os filmes que realizou, O Aprendiz de Mago (1980), Duma Vez por Todas (1986), Ao Fim da Noite (1991), Adão e Eva (1995), Tentação (1997) e Inferno (1999). Como ator, participou em Jaime (1999), Capitães de Abril (2000), O Delfim (2002) e Lá Fora (2004).
Como referenciar: Joaquim Leitão in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-26 06:47:57]. Disponível na Internet: