Joe Pesci

Ator norte-americano, Joseph Pesci nasceu a 9 de fevereiro de 1943, em Newark, no seio de uma família italo-americana humilde. Ainda em criança, apaixonou-se pela música, tendo frequentado lições de guitarra. Aos 17 anos, tornou-se guitarrista do grupo Joey D and the Starliters. Foi nessa condição que surgiu no filme musical Hey, Let's Twist (1961), mas a película falhou em termos comerciais. Em 1965, adotou o nome artístico de Joe Ritchie e lançou o álbum a solo Little Joe Sure Can Sing. O disco foi um fracasso de vendas e comprometeu a sua carreira musical, levando-o a atuar em restaurantes e bares. Amigo do realizador Ralph de Vito, foi convidado para uma pequena prestação no melodrama criminal The Death Collector (1975). Alguns anos depois, o realizador Martin Scorsese viu o filme num festival independente e ficou impressionado pela prestação de Pesci, tendo-se deslocado ao restaurante onde o ator trabalhava para o convencer a fazer uma audição para interpretar o papel de Joey, irmão e manager do pugilista Jake LaMotta, em The Raging Bull (O Touro Enraivecido, 1980). O seu desempenho no filme foi bastante seguro, tendo granjeado uma nomeação para o Óscar de Melhor Ator Secundário. Pesci decidiu enveredar pela profissionalização, somando prestações em filmes como I'm Dancing as Fast as I Can (1982), Eureka (1983), Once Upon a Time in America (Era Uma Vez na América, 1984) e Moonwalker (1988). O seu primeiro grande papel cómico foi em Lethal Weapon 2 (Arma Mortífera 2, 1989), onde desempenhou a personagem de Leo Getz, um pequeno marginal e informador da polícia. Scorsese voltou a lembrar-se dele para Goodfellas (Tudo Bons Rapazes, 1990), onde desempenhou a personagem mais memorável da sua carreira: Tommy de Vito, um violento gangster mafioso. O seu papel valeu-lhe o Óscar para Melhor Ator Secundário e elogios de toda a crítica mundial, devido ao grau de exigência do seu papel. Pouco depois, interpretou um dos maiores êxitos comerciais de todos os tempos, Home Alone (Sozinho em Casa, 1990), no papel de um ladrão frustrado que, ao tentar assaltar uma residência, é sujeito a uma série de sevícias por parte de uma criança (Macaulay Culkin), papel que retomou na continuação, filmada dois anos depois. Foi uma das muitas estrelas que integraram o elenco de JFK (1991). As suas aventuras como protagonista em filmes cómicos revelaram-se catastróficas. A comprová-lo, o fracasso comercial de filmes como With Honours (1994) e Jimmy Hollywood (1994). Voltou aos papéis de gangster em Casino (1995), desempenhando o papel de Nicky Santoro, cuja cena da morte por espancamento com tacos de basebol ficaria nos anais do cinema. Desde então, tem trabalhado sobretudo em comédias, salientando-se 8 Heads in a Duffel Bag (Um Saco Cheio de Cabeças, 1997) e Lethal Weapon 4 (Arma Mortífera 4, 1998).
Como referenciar: Joe Pesci in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 19:43:29]. Disponível na Internet: