Joly Braga Santos

Compositor português, José Manuel Joly Braga Santos nasceu a 14 de maio de 1924, em Lisboa, e morreu a 18 de julho de 1988, na mesma cidade. Com um talento musical inato, começou a ouvir música muito cedo, ainda com tenra idade. Adorava que lhe oferecessem instrumentos musicais e o seu pai, apercebendo-se da sua vocação, levava-o aos concertos e à ópera. Aos cinco anos, teve o seu primeiro contacto com o violino. A sua paixão por este instrumento parecia conduzi-lo inevitavelmente a uma carreira de violinista profissional. Chegou a estudar violino e composição no Conservatório de Lisboa, tendo como professor Luís de Freitas Branco. Como o seu aluno mais talentoso, Joly foi evidentemente influenciado pelo seu tutor.

Ainda jovem, e impossibilitado de aceder a outras culturas musicais pelo clima de guerra em que se vivia, Joly inspirou-se nas mais puras raízes musicais portuguesas, tendo como referência a obra do seu mestre. Deste período resultaram as suas primeiras quatro sinfonias.
Conseguiu uma bolsa para estudar musicologia, composição musical e direção de orquestra em Itália. Aí teve aulas com Virgílio Mortari, Gioachino Pasqualini, Alceo Galliera e Hermann Scherchen, cujo Curso Internacional de Regência frequentou com Luigi Nono e Bruno Maderna.

Regressou a Portugal, onde atingiu lugar de destaque na direção de orquestra, passando a compor bastante menos do que habitualmente. Em 1965 começou a compor a Quinta Sinfonia, aquela que seria a sua mais famosa obra.

O seu contacto com a cultura europeia, enquanto estudante em Itália, fez Joly ficar familiarizado com uma nova tendência musical, resultante do pós-guerra. Assim, neste período, compôs a ópera Trilogia das Barcas, obra caracterizada por uma aspereza não muito sua, fruto das influências europeias.

Joly Braga Santos ocupou vários cargos ao longo da sua extensa carreira, entre os quais Diretor da Orquestra Sinfónica do Porto, Maestro Assistente e de Captação da Orquestra Sinfónica da RDP e professor de Composição do Conservatório Nacional de Lisboa.
Como referenciar: Joly Braga Santos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 05:28:58]. Disponível na Internet: