José António de Azevedo Lemos

Militar português, nasceu em Vilar, Vila do Conde, a 1 de outubro de 1786, tendo participado militarmente na Guerra Peninsular. Pela coragem demonstrada foi elevado ao posto de alferes, tendo ido posteriormente para o Brasil, de onde voltou com o posto de coronel graduado.
Uma vez em Portugal, tomou o partido dos absolutistas, e em 1828 tornou-se comandante de Infantaria e coronel efetivo. No entanto, a pouca instrução que possuía, por ser originário de uma família com poucas posses, limitou-lhe o desempenho satisfatório de cargos militares elevados. De facto, chegou pela sua dedicação e fidelidade a fazer parte do comando superior do exército, mas mesmo assim atribuíram-lhe apenas funções administrativas.
Foi ele que comandou as tropas que desembarcaram na Vila da Praia (Açores) em 1829, sendo derrotado, tendo igualmente participado no cerco do Porto com o posto de brigadeiro. Sob o seu comando foram derrotadas as forças liberais em Alcácer do Sal, e assinou a convenção de Évora Monte em representação de D. Miguel, o qual acompanhou quando foi exilado.
Voltou em 1839, morrendo em Lisboa a 16 de fevereiro de 1870.
Como referenciar: José António de Azevedo Lemos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-03-21 10:02:54]. Disponível na Internet: