José Antonio Primo de Rivera

Político espanhol, nascido em 1903 e falecido em 1936, foi o fundador em 1933 do partido fascista espanhol denominado a Falange Espanhola ou, simplesmente, a Falange. Era originário de uma abastada família militar da Andaluzia, que teve no seu pai, Miguel Primo de Rivera y Orbaneja, a figura mais destacada, pois este fora ditador de Espanha de 1923 a 1930.
Na sua juventude, escolheu a carreira política para honrar a memória de seu pai. De início não foi muito bem sucedido porque foi derrotado nas eleições de 1931 pelo Partido Monárquico.
O seu interesse pelo fascismo cresceu em 1933, devido ao sucesso alcançado por Adolf Hitler, e nesse ano chegou mesmo a visitar Benito Mussolini e no ano seguinte a conhecer Hitler em Berlim. O nascimento do partido fascista conduziu a um clima de violência que antecedeu a Guerra Civil espanhola. Em 1933, foi eleito para o Parlamento pelo círculo de Cádiz e, no ano seguinte, fundiu a Falange com as Juntas de Ofensiva Nacional-Sindicalista, uma aliança que foi difícil de manter, obrigando-o a recorrer à ajuda de Mussolini. Nas eleições de 1936 não conseguiu angariar os apoios necessários e foi novamente vencido, e a 14 de março desse ano foi detido.
Na prisão de Alicante preparou a ascensão de Francisco Franco, mas acabou por ser assassinado no estabelecimento prisional a 20 de novembro de 1936.
Como referenciar: José Antonio Primo de Rivera in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-19 08:38:28]. Disponível na Internet: