José Luís Arnaut

Político português, José Luís Fazenda Arnaut Duarte nasceu a 4 de março de 1963, na Covilhã, mas viveu a infância em Sintra, onde estudou no Colégio Vasco da Gama.

Aos 24 anos, fez a licenciatura em Direito, especializado em direito de patentes, e o seu estágio de advocacia teve lugar no escritório do social-democrata Rui Machete, a quem ficou muito ligado. Esta ligação a Machete levou a que fosse convidado para desempenhar o cargo de consultor jurídico da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento.
Foi em Lisboa que Arnaut se começou a interessar pela vida política, numa altura em que Aníbal Cavaco Silva, de quem era admirador, governava em Portugal. Nesta altura, foi convidado pelo secretário de Estado da Cultura, Pedro Santana Lopes, para ser administrador da Lisboa 94 - Capital Europeia da Cultura, cargo que exerceu entre 1993 e 1995. Apesar deste convite, quando em 1996 Santana Lopes disputou com Marcelo Rebelo de Sousa a liderança do Partido Social Democrata, Arnaut apoiou este último, que viria a vencer.

Enquanto Marcelo Rebelo de Sousa foi líder do PSD, no período entre 1996 e 1999, Arnaut começou a ganhar importância dentro do partido, transformando-se numa espécie de braço-direito do presidente. Apesar de tudo, experimentou uma clara derrota quando se candidatou à Câmara Municipal de Mértola, nas eleições autárquicas de 1997.

Ainda durante a presidência de Marcelo Rebelo de Sousa, o advogado começou a aproximar-se de Durão Barroso, nomeadamente quando este se manifestou contra a reedição da Aliança Democrática, ou seja, o retomar da aliança PSD-PP.

José Luís Arnaut tornou-se, assim, um dos grandes apoiantes e dos maiores defensores de Durão Barroso desde que este assumiu a liderança do PSD em maio de 1999. Nessa altura, o líder reconheceu a sua lealdade e Arnaut ascendeu a secretário-geral do partido. A partir daí, desempenhou um bom trabalho dentro do PSD, tendo sido considerado um dos responsáveis pelo resultado positivo alcançado nas autárquicas de dezembro de 2001, de que foi diretor de campanha.

Quando Durão Barroso formou o XV Governo Constitucional em abril de 2002, convidou Arnaut para Ministro-Adjunto, ficando este ainda com a tutela do Desporto e da Juventude. A 17 de julho de 2004, tomou posse o XVI Governo Constitucional, liderado por Santana Lopes, e Arnaut passou a ocupar o cargo de Ministro das Cidades, Administração Local, Habitação e Desenvolvimento Regional.
Como referenciar: José Luís Arnaut in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 19:23:41]. Disponível na Internet: