José Luís Peixoto

Escritor português, José Luís Peixoto, nascido em setembro de 1974, em Galveias, Portalegre, notabilizou-se a partir de 2001, ano em que ganhou o Prémio Literário José Saramago graças ao romance Nenhum Olhar.
José Luís Peixoto licenciou-se, na Universidade Nova de Lisboa, em Línguas e Literaturas Modernas, na variante de Inglês e Alemão. Mais tarde, veio a ser professor de Inglês.
Aos 23 anos, o escritor ganhou o Prémio Jovens Criadores 97 da área de literatura, atribuído pelo Instituto Português da Juventude, com a obra de ficção Morreste-me, dedicada ao seu pai. Esta obra, de pequeno formato, viria a ser publicada no ano 2000 em edição de autor. Ainda neste ano, José Luís Peixoto lançou o romance Nenhum Olhar, com o qual ganhou o prestigiado Prémio Literário Saramago 2001, da Fundação Círculo de Leitores, destinado a jovens autores. Entretanto voltou a conquistar o Prémio Jovens Criadores em 1998 e 2000. O escritor tanto se dedica à prosa como à poesia e nesta ultima área teve a sua primeira obra publicada em 2001, com o título A Criança em Ruínas. No ano seguinte, conjugou a nível criativo as duas áreas e lançou, em simultâneo, o romance Uma Casa na Escuridão e o livro de poesia A Casa, a Escuridão.
No ano seguinte, explorou uma nova área ao colaborar num projeto com o grupo português de heavy-metal Moonspell. Enquanto a banda lançava o álbum Antidote, o escritor apresentava o livro de contos Antídoto, inspirado nas músicas do disco.
Em 2006, regressou ao romance, com a edição de Cemitério de Pianos.
A obra literária de José Luís Peixoto já foi publicada em países como Bielorrússia, Brasil, Bulgária, Croácia, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, República Checa e Turquia.
José Luís Peixoto escreve regularmente para diversos órgãos de comunicação social estrangeiros e portugueses, nomeadamente para o Jornal de Letras, Artes e Ideias.
Paralelamente à criação literária também experimentou outras áreas, tendo escrito em 2005 as peças de teatro Anathema, que estreou em França no Theatre de la Bastille, de Paris, e À Manhã, estreada no Teatro São Luís. Dois anos mais tarde, de novo no São Luís, estreou a peça Quando o Inverno Chegar.
Como referenciar: José Luís Peixoto in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 05:13:08]. Disponível na Internet: